Debilitada, vítima da Covid-19 deu à luz, mas não chegou a conhecer bebê

Bernardo nasceu antes da hora, por conta da infecção da mãe pelo coronavírus. Após o parto, Elaine faleceu sem pegar o recém nascido no colo

atualizado 20/05/2020 13:37

Vitima do coronavírusArquivo Pessoal

A auxiliar de produção, Eliane Ramos Rodrigues, de 28 anos, grávida de 8 meses de Bernardo, perdeu a vida na última quinta-feira (14/05) após 30 dias entubada no Hospital Adventista de Manaus. O parto que estava previsto para o início de maio, acabou sendo adiantado, quando Eliane deu positivo para a Covid-19. O vírus a levou, sem que Eliane chegasse a conhecer o filho.

Maria José Ramos Rodrigues, irmã de Eliane, contou para a equipe do Manaus Alerta que a auxiliar estava muito ansiosa para a chegada do bebê, já estava preparando o enxoval e aguardando sua chegada.

“Minha irmã era uma pessoa super agradável, todo mundo gostava dela. Ela amava ajudar as pessoas e estava muito ansiosa para a chegada de Bernardo. Essa situação realmente pegou todo mundo de surpresa”, lamentou a irmã.

Leia a reportagem completa no site Manaus Alerta, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias