Homem que atropelou grupo de 100 ciclistas é preso em Santa Catarina

Ricardo Neis avançou com seu veículo em direção a grupo que defendia um trânsito com menos automóveis. Após o atropelamento, ele fugiu

atualizado 13/05/2020 18:00

O homem que atropelou um grupo de ciclistas em Porto Alegre em 2011 foi preso, na manhã desta quarta-feira (13/05), em Santa Catarina. Ricardo Neis, de 56 anos, estava foragido desde outubro de 2019. As informações são do Uol.

O suspeito foi condenado em 2016 por 11 tentativas de homicídio e cinco lesões corporais. Na época Ricardo recorreu em liberdade da sentença de 12 anos e 9 meses de prisão. Desde que a Justiça determinou o cumprimento da pena, em 2019, ele não havia sido encontrado.

Entenda

Em 25 de fevereiro de 2011, Ricardo avançou com seu veículo em direção a um grupo de cerca de 100 ciclistas que defendiam um trânsito com menos automóveis e bloqueavam a rua José do Patrocínio, em Porto Alegre.

Em seguida, ele acabou discutindo com os manifestantes e acelerou o carro, da marca Volkswagen, e fugiu. O veículo foi encontrado na madrugada seguinte abandonado em uma rua.

Três dias depois do ocorrido, Ricardo se apresentou à polícia e alegou que foi cercado e insultado pelo grupo de ciclistas e só estava tentando se proteger.

Últimas notícias