Ossada é achada em Andaraí e polícia investiga se é de jovem desaparecida

Alécia Gonçalves Oliveira desapareceu após ir ao mercado a pedido da mãe, na sexta-feira (05/06)

atualizado 10/06/2020 14:10

Jovem que desapareceu em AndaraíArquivo Pessoal/ Reprodução

A polícia de Andaraí, na Chapada Diamantina (BA), investiga se uma ossada encontrada em uma região da zona rural, nessa terça-feira (09/06), é o da jovem Alécia Gonçalves Oliveira, desaparecida desde a última sexta-feira (05/06). As informações são do G1. 

O delegado responsável pelo caso, Wanderson Peregrino, informou que perto da ossada havia um short e uma blusa semelhantes ao que a adolescente vestia quando desapareceu.

Segundo a família, um dos primos de Alécia tem envolvimento com tráfico na região, e o crime pode ter ocorrido por retaliação. O Instituto Médico Legal (IML) realiza o laudo pericial dos ossos, e o pai e uma tia da jovem realizarão a coleta de materiais que serão utilizadas na identificação do DNA.

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) analisa qual método de identificação será realizado para o reconhecimento.  Uma das alternativas é usar a impressão digital, mas caso não seja possível, o procedimento deverá ocorrer pela análise da arcada dentária da adolescente ou pelo DNA.

Entenda

Alécia desapareceu após ir ao mercado a pedido da mãe. A jovem saiu de casa por volta das 18h30 de sexta-feira (09/06) e não retornou. A família registrou o caso na delegacia de Andaraí.

Segundo uma das irmãs da adolescente, é a primeira vez que a vítima desaparece.

Últimas notícias