Médica agredida no Rio desmaiou após agressor aplicar mata-leão. Assista

Várias pessoas assistiram à cena de agressões, mas nenhuma teria ajudado a mulher. Em uma rede social, ela reclama da omissão

atualizado 12/06/2020 13:35

Ticyana médica agredidaReprocução/Facebook

Imagens de uma câmera de segurança mostram que a médica Ticyana Azambuja, de 35 anos, desmaiou após sofrer um mata-leão no último dia 30 de maio em Grajaú, no Rio de Janeiro (RJ).

A profissional de saúde teria sido agredida por cinco pessoas, entre elas o policial militar Luiz Eduardo dos Santos Salgueiro, afastado recentemente da corporação.

Confira o vídeo, obtido pelo portal UOL Notícias:

Nas imagens, Ticyana, de camisa preta, aparece correndo de dois agressores e tenta, sem sucesso, subir em uma moto. O motociclista chega a bater, inclusive, no braço dela.

A dupla leva a médica para o canto da rua e um deles aplica o golpe conhecido como mata-leão, em que o agressor prende o pescoço com o braço dificultando a respiração. Segundos depois ela cai sufocada e, aparentemente, desmaiada.

Várias pessoas assistiram Ticyana ser agredida, mas nenhuma a ajudou. “Um sufoca, asfixia e pisoteia, enquanto dois observam e cruzam os braços”, escreveu ela, em uma rede social.

“Depois seguirá a segunda sessão de espancamento. Quantas pessoas poderiam ter me ajudado? Quantos motociclistas, seguranças, motoristas, transeuntes poderiam ter evitado o desenrolar da ação”, prosseguiu.

Entenda

Ticyana contou que vinha denunciando festas recorrentes em uma casa na sua vizinhança. Os festejos teriam aumentado a partir da pandemia de coronavírus.

Em um momento que ela relatou como de “desespero”, pois teria plantão naquela noite e precisava descansar, ela foi à rua queixar-se com os proprietários do imóvel.

0

Num ato que ela mesma definiu como “impensado”, quebrou o espelho retrovisor e trincou o para-brisa de um carro estacionado, depois de pedir para que a festa, que estaria lotada, acabasse.

Cinco homens e uma mulher saíram da festa e a agrediram. Ela teve o joelho esquerdo quebrado e as mãos pisoteadas.

Últimas notícias