PF prende servidor da Receita que pediu R$ 23 mi para não multar empresário

De acordo com a denúncia do comerciante, o auditor teria pedido propina para encerrar um processo de fiscalização tributária

atualizado 12/06/2020 10:36

A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Probitas, na manhã desta sexta-feira (12/06), contra um servidor da Receita Federal por corrupção.

Um empresário de São Paulo denunciou o auditor à PF em março e disse que foi pressionado a pagar propina no valor de R$ 23 milhões para não receber uma multa em decorrência de uma fiscalização tributária em andamento. De acordo com o comerciante, o processo seria finalizado em troca do pagamento.

Além da prisão, os agentes da PF cumpriram três mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo e São Sebastião.

Os investigados poderão responder pelos crimes de corrupção passiva tributária e associação ou organização criminosa, a depender da evolução da apuração.

Últimas notícias