Aproximação de Bolsonaro com o Centrão é reprovada por 67%, diz Datafolha

Instituto de pesquisa ouviu 2.069 pessoas em todo o país. Cargos na Funasa e na FNDE já estariam sendo negociados

atualizado 30/05/2020 9:15

Pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha apontou que a maioria dos brasileiros reprova a aproximação do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) com o núcleo de parlamentares do Centrão em troca de apoio no Congresso Nacional.

Ao todo, 67% dos entrevistados entenderam que o presidente não está cumprindo com a promessa feita durante a campanha de não oferecer cargos e liberação de recursos para obter apoio no Congresso. Bolsonaro já ofereceu ao Centrão o controle de órgãos com orçamentos bilionários, como o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a Fundação Nacional da Saúde (Funasa).

0

O Datafolha ouviu 2.069 pessoas na segunda (25/05) e terça-feira (26/05) em todo o país. Dos entrevistados, 20% disseram que o presidente age bem ao ceder para o Centrão, 11% não souberam responder e 2% acreditam que Bolsonaro não está negociando cargos e verbas.

Na quinta-feira (28/05), o presidente admitiu que negocia com o Centrão – bloco informal de partidos que conta com aproximadamente 200 parlamentares – em troca de apoio no Congresso Nacional. Em uma live, o chefe do Executivo, no entanto, alegou que vem entregando apenas cargos de “segundo e terceiro escalão”, não “ministérios, estatais ou bancos oficiais”.

Últimas notícias