Bolsonaro anuncia edital para bancar de ópera a quadrinhos

Ao lado do secretário de Cultura do governo federal, Roberto Alvim, presidente fala da criação do Prêmio Nacional das Artes

atualizado 16/01/2020 20:03

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o secretário de Cultura do governo federal, Roberto Alvim, anunciaram nesta quinta-feira (16/01/2020) que o governo federal vai lançar na próxima semana um ambicioso edital de promoção de produção artística, o Prêmio Nacional das Artes.

De acordo com Alvim, o programa vai patrocinar a produção de obras inéditas em categorias como ópera, teatro, pintura, escultura, literatura, música popular e erudita e histórias em quadrinhos. “Vai ser a maior política cultural do governo”, garantiu Alvim, ao lado de Bolsonaro na transmissão semanal que o presidente faz no Facebook.

O secretário não informou quanto vai ser investido no programa, mas garantiu que cada uma das cinco regiões do país vai receber o mesmo montante. “Não vai ficar a maioria no Sudeste”, garantiu.

“E vamos oferecer depois essas obras para a população. Metade dos ingressos de todas as apresentações serão gratuitos. Livros e histórias em quadrinhos serão distribuídos gratuitamente”, explicou ainda.

“Esse ano de 2020 vai ser o ano de renascimento da cultura brasileira. Vamos lançar na semana que vem o edital, alinhado com os anseios da população que elegeu o senhor [Bolsonaro]”, disse Alvim.

Últimas notícias