Bolsonaro diz que não responde por declarações de seu vice

Para general, o Brasil "herdou a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos"

atualizado 07/08/2018 17:34

Igo Estrela/Metrópoles

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, esquivou-se da polêmica em que se envolveu o general Hamilton Mourão, no primeiro evento público do qual participou como vice da chapa encabeçada por ele.

“Eu respondo pelos meus atos, ele pelos dele”, resumiu Bolsonaro ao ser questionado sobre o discurso de Mourão. Ontem, em um evento na cidade gaúcha de Caxias do Sul, o general afirmou que o Brasil “herdou a cultura de privilégios dos ibéricos, a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos“.

O militar falava sobre as condições de subdesenvolvimento do país e da América Latina. Bolsonaro, que está hoje na Câmara dos Deputados, avaliou que as declarações polêmicas não mancham sua campanha e são de responsabilidade do general.

O presidenciável também comentou sobre o significado da palavra indolência. “É a capacidade de perdoar? O índio perdoa”, desconversou.

Mais lidas
Últimas notícias