Goiás: parentes de detentos cobram ação do governo para conter Covid-19

Em manifestação na manhã deste domingo, familiares também reivindicaram transparência acerca de informações sobre os presos contaminados

atualizado 14/06/2020 22:04

Por temerem a ocorrência de surto de covid-19 na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, em Goiás, parentes de detentos realizaram um protesto para cobrar ações do Estado contra a doença nos presídios. Na manifestação ocorreu na manhã deste domingo (14/06), familiares também reivindicaram transparência acerca de informações sobre os presos contaminados.

Utilizando máscara de proteção, um grupo de cerca de 10 mulheres, entre mães e esposas de detentos, carregavam faixas e cartazes em frente ao complexo de presídios. Elas pediram que a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) tome providências para prevenir e conter o avanço do novo coronavírus no local.

“Estamos há mais de três meses sem ver nossos familiares. Não podemos enviar produtos de higiene e não sabemos se há isso para eles lá dentro. Não temos informação de quantos estão contaminados. Lá tem muita aglomeração, o risco é muito grande. Eles cometeram crimes, mas não são e não podem ser tratados como bichos”, disse a mãe de um detento que preferiu ter o nome ocultado.

Leia mais no Mais Goiás, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias