Brasil tem 38.654 casos confirmados de coronavírus e 2.462 mortes

São 115 novos óbitos registrados em 24h. Atualização foi feita em boletim epidemiológico divulgado na tarde deste domingo (19/04)

atualizado 19/04/2020 17:55

Seringa com rótulo Covid-19Mike Senna/Esp. para o Metrópoles

O Ministério da Saúde atualizou os números da epidemia provocada pelo novo coronavírus no país neste domingo (19/04). O Brasil registra agora 2.462 mortes pela Covid-19 e 38.654 casos confirmados de pessoas infectadas pelo vírus.

No sábado (18/04), a pasta informou que 2.347 pessoas já haviam morrido em consequência do novo coronavírus. Dessa forma, foram 115 novas fatalidades registradas em 24 horas.

O estado de São Paulo ultrapassou 1 mil mortes, segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde. Foram 24 novos óbitos registrados neste domingo, e o número passou para 1.015 vítimas fatais no estado, com 14.267 casos confirmados.

A Comissão Nacional de Ética e Pesquisa (Conep) do Conselho Nacional de Saúde, ligada ao Ministério da Saúde, aprovou a realização de 76 pesquisas sobre o novo coronavírus no Brasil entre 23 de março e a última terça-feira (14/04).

Desses estudos, 21 são protocolos de tratamento que envolvem ensaios clínicos com mais de 8,7 mil pacientes de Covid-19. As pesquisas foram propostas por 17 instituições de pesquisa de cinco estados.

Entre elas, estão centros renomados, como a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Hospital Albert Einstein. Há estudos sobre o uso da cloroquina e da azitromicina em pacientes graves e pesquisas com o plasma sanguíneo de pessoas curadas.

Troca de ministro

Na quinta-feira (16/04), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), trocou o comando do Ministério da Saúde: demitiu Luiz Henrique Mandetta (DEM) do cargo e nomeou Nelson Teich.

Os atritos entre o agora ex-ministro e Bolsonaro se intensificaram depois que Mandetta passou a defender o isolamento social como medida de prevenção à infecção.

Após a posse de Nelson Teich, o primeiro boletim epidemiológico da pasta na sua gestão foi divulgado na tarde de sábado (17/04), sem a tradicional coletiva de imprensa para tratar do assunto.

Mais lidas
Últimas notícias