As curiosidades, tendências e novidades do mundo pet

Veterinário aponta 4 problemas que causam insuficiência renal nos gatos

Alguns felinos têm predisposição para o problema, no entanto, os tutores podem tomar algumas atitudes para controlar e evitar a questão

atualizado 10/06/2020 11:09

10 curiosidades incríveis sobre os gatos siameses é o bicho petsReprodução/Unsplash: Lisa Algra

A insuficiência renal nos gatos é uma questão que preocupa com frequência os tutores. Infelizmente, os bichanos têm uma predisposição ao problema. No entanto, existem alguns fatores que colaboram para que eles tenham problemas nos rins e alguns hábitos podem muitas vezes serem evitados e tratados.

Pensando em ajudar os tutores a lidar com a insuficiência renal nos felinos, o Metrópoles bateu um papo com o médico veterinário, Caio Rebouças, e separou pontos que levam ao problema, além de dicas e cuidados para que o tutor consiga tratar a doença.

Confira:

1- Baixa ingestão hídrica

De acordo com Caio, faz parte da natureza dos felinos não beber muita água, mas ele explica que isso ocorre pois geralmente por meio da caça, os felinos consomem a quantidade de água que precisam. Mas ao serem domesticados, isso se torna um problema.

“Na natureza, os felinos consomem mais água por meio da caça, mas quando são domesticados, eles têm acesso apenas a ração seca, o que acaba sendo um problema. Por isso, as rações úmidas são uma excelente opção e podem ser oferecidas algumas vezes durante a semana. Os tutores ainda podem acrescentar mais duas colheres de água, misturar e fornecer ao animal”, explica.

2 – Idade avançada

Os gatos estão suscetíveis a problemas renais em qualquer idade, no entanto, o mal costuma a atingir com mais frequência os bichanos mais velhos. De acordo com Caio, isso ocorre devido a uma sobrecarga e uma perda das unidades funcionais dos rins.

“Ao decorrer do tempo, os felinos vão tendo algumas lesões nos néfrons, que são um tipo de mini filtro dos rins, eles são responsáveis pelo bom funcionamento dos órgãos. Nesse caso, o mais aconselhável é que o tutor leve o gato imediatamente ao veterinário para que o problema seja tratado ou resolvido da melhor maneira”, pontua.

3 – Algumas raças têm predisposição

“As evidências não são conclusivas, mas ao trabalharmos de perto com os felinos e lidarmos com questões renais diariamente, percebemos que algumas raças têm predisposição, como os persas, siameses, ragdoll e maine coon”, explica.

4 – Síndrome de Pandora

“A síndrome de Pandora é uma doença do trato urinário que acaba atingindo os rins e bexiga. Ela faz com que os gatos machos fiquem com o canal urinário obstruído e consequentemente tenha problema nos rins. E essa obstrução pode ser causada principalmente por estresse ou devido a uma castração pediátrica. Além disso, a baixa ingestão de proteína também é um dos causadores da síndrome”, explica.

5- Como identificar?

Caio afirma que os sintomas da insuficiência renal em gatos vão evoluindo aos poucos, pois é uma doença progressiva. Mas mudança de comportamento, xixi em excesso e vômitos são os principais sinais que o animal dá quando está com o problema.

“Os sinais vão progredindo conforme o problema vai avançando, logo, o animal pode começar a ficar mais seletivo em relação ao que come, beber mais água e fazer mais xixi que o normal. Quando a insuficiência já está avançada, ele pode emagrecer, ter vômitos e também diarreia”, afirma.

6 – Como tratar?

“O tutor deve levar o animal ao veterinário e em casos como esse, é necessário um acompanhamento do profissional para ver o que pode ser feito, pois alguns casos são cirúrgicos, enquanto outros podem ser tratados com medicamentos. O que o tutor pode fazer é fornecer mais água, deixando sempre água fresca e aumentando a ingestão hídrica por meio da alimentação. Evitar o estresse do animal, deixando ele sossegado e fazer o uso da catnip também são boas dicas”, finaliza.

Últimas notícias