Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Heleno ataca Flávio Dino para defender Bolsonaro: “Ser alienado”

Ministro do Gabinete de Segurança Institucional rebateu críticas do governador do Maranhão sobre quantidade de mortes por coronavírus

atualizado 05/04/2020 18:49

BRUNO ROCHA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADAO CONTEUDO

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, General Heleno, rebateu neste domingo (05/04), as críticas do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por conta das mortes causadas pelo novo coronavírus no Brasil.

“Sexta-feira (03/04), Flávio Dino, Gov (?) do Maranhão creditou ao Presidente Bolsonaro os 300 óbitos do Covid-19. Sempre acreditei, pelo passado histórico, que comunistas são seres alienados, sonsos, insensíveis e insensatos. Atitudes como essa confirmam esse perfil”, escreveu o chefe do GSI.

Na última sexta-feira (03/04), Dino foi às redes sociais para criticar o “desprezo” do titular do Palácio do Planalto pelas mortes causadas pela pandemia da Covid-19.

“Bolsonaro começou o dia com TREZENTOS brasileiros mortos na sua porta. À noite já são TREZENTOS E SESSENTA. E nem assim ele abandona vaidades e agressões. Impressionante tanto desprezo com a vida dos brasileiros”, escreveu.

Na mais recente atualização do boletim do Ministério da Saúde, divulgada neste domingo,  o Brasil já registra 448 óbitos e 10.475 infectados pela pandemia do coronavírus.

Veja os posts:

Mais lidas
Últimas notícias