Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Coronavírus não é praga enviada por Deus, diz padre Fábio de Melo

No domingo de Páscoa, religioso falou sobre quarentena e relação com Deus em entrevista

atualizado 12/04/2020 11:30

Padre Fábio de MeloLeonardo Arruda/Metrópoles

O domingo de Páscoa (11/04) deste ano ganhou contornos diferentes por conta da pandemia de coronavírus, mas nem por isso deve deixar de ser celebrado. Para o padre Fábio de Melo, esse pode ser um importante momento de reflexão.

0

“A confluência fez sentido. Nós, cristãos, há muito tempo deixamos de observar a quaresma como um tempo de sobriedade e sacrifício. De repente fomos surpreendidos por uma imposição do universo, como se quisesse colocar a vida sob nova ordem”, afirmou o religioso, em entrevista à coluna Fábia Oliveira, do O Dia.

Segundo ele, a quarentena confirmou que “temos muita dificuldade com a quietude que nos põe diante de nós mesmos”. Ele também refutou qualquer afirmação que o avanço do vírus seja uma vingança divina.

“Esta pandemia é um resultado das ações humanas. Deus não tem nada com isso. Seria muito ingênuo atribuir a Deus a consequência dos excessos humanos”, disse.

“Deus não cria pragas. Essa especialidade é nossa”, completou.

Últimas notícias
Mais lidas