Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Vem fofoca boa aí! Leo Dias é o novo colunista do Metrópoles

Um dos nomes mais conhecidos do jornalismo de celebridades, Leo estreia uma coluna com as fofocas das celebridades e os bastidores da TV

atualizado 31/05/2020 7:47

Leo DiasDaniel Ferreira/Metrópoles

O jornalista Leo Dias agora faz parte da equipe do portal Metrópoles. Um dos nomes mais conhecidos do jornalismo de celebridades, Leo vai estrear uma coluna com o que sabe fazer de melhor: contar as fofocas das celebridades e os bastidores da televisão brasileira. As novidades do colunista também poderão ser conferidas no Instagram, no Twitter e no Facebook do site.

“Uma das minhas maiores qualidades é não temer o novo. Muito pelo contrário. Eu sou movido a desafios. Odeio o óbvio, o trivial, o ‘clássico’. Já percebi com a juventude que eles são totalmente desprovidos de preconceito. O que vale é o compromisso com a verdade e a rapidez na entrega da notícia. E isso, eu garanto”, disse Leo Dias ao Metrópoles.

O novo colunista ainda garante notícias exclusivas e muitas bombas. “Me dedico 100% ao meu trabalho e quando eu visto a camisa de uma empresa, é algo verdadeiro e integral. Agora, meu sobrenome é Metrópoles”, afirma.

Além do portal, Leo Dias continua na Rádio Metrópoles 104,1 FM, todos os dias, a partir das 8h30, no programa Os Cabeças da Notícia. Ao lado de Toninho Pop e dos comentaristas mais famosos do rádio, o jornalista traz notícias exclusivas para quem está ligadinho na estação e não quer perder nada. “Tenho muito prazer em fazer rádio. É o contato direto que tenho com o povo, é inexplicável. Eu sempre gostei e, desde o início, me identifiquei muito com a Rádio Metrópoles”, disse.

0

Trajetória

Antes de ter SusanasGusttavosLuanas e Belos na sua vida, Leonardo Antônio Lima Dias, 44 anos, ou o famoso Leo Dias, percorreu todas as dificuldades e glórias do mundo do jornalismo.

Em busca do primeiro emprego, ainda na faculdade de jornalismo, em 1993, Leo bateu na porta do Consulado de Portugal e pegou o endereço de todas as rádios portuguesas. “Mandei carta me oferecendo como correspondente. E a RDP África me contratou. Trabalhei lá por quase 10 anos”, revela. A RDP África, sistema de rádio estatal, fazia transmissão para todos os países de língua portuguesa – entre os quais, Lisboa, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Angola. “Lá, cobri, em 1998, a visita do papa João Paulo II a Havana, em Cuba. Fiquei a poucos metros do pontífice e de Fidel Castro. Tinha 18 anos”, destaca.

Leonardo só se tornou Leo quando foi trabalhar na Contigo. “Ali começou o Leo Dias. Rodava à noite, entregava Playboy para seguranças de boates, fazia papparazzi. Depois, fui para o Extra, como repórter do caderno de TV. Em 2005, saiu a colunista e entrei no lugar. Aí eu completei o Leo Dias”, relata.

“Era o colunista mais temido do Rio de Janeiro. Via onde tinha um caso e provocava. Por exemplo: Carnaval. Os intocáveis no Rio eram os bicheiros. Uma vez, fiz assim: o presidente da Vila Isabel tinha uma amante, que era a rainha de bateria da Portela, mas não a colocava na escola dele porque a esposa trabalhava lá. Vamos parar de viver de mentira, né? Ele tem uma amante, pagou R$ 600 mil para colocá-la como rainha de bateria da Portela, e revelei tudo isso”, assinala o jornalista.

O rosto que estampava o jornal foi parar na televisão e projetou ainda mais a carreira de Leonardo Antônio. “Fui para o TV Fama como repórter. Mas quando estive no Fofocalizando, minha vida mudou, para melhor e para pior. Passei a pagar o preço da fama”, destaca.

“Um cara chamado Silvio Santos mudou a minha vida. Um diretor lá no SBT [Marcio Esquilo] me contratou e falou: ‘Nem faz muito barulho, o Silvio não sabe que você está aqui’. Saí da RedeTV! porque não quiseram me dar R$ 1 mil de aumento e ainda fui ganhar menos no SBT. No Fofocalizando, me apresentava três vezes por semana. Depois, fui contratado para todos os dias e aumentaram meu salário. Quando participei do Programa Silvio Santos, meu pai me liga e diz: ‘O SBT me ligou e dobrou o seu salário. O Silvio mandou dar o aumento’”, revela.

Foi na televisão que Leo Dias deixou, em parte, de ser o colunista temido e se humanizou. Isso ocorreu quando o jornalista expôs o problema que enfrenta com as drogas. “As pessoas lembram de mim por conta do programa. Me expus demais, mas é o preço. As pessoas viam aquele cara que era odiado sofrendo. Então, ele tem coração. Quem é verdadeiro cresce mais do que quem vive de mentira. Pago o preço por ter me exposto demais, mas também tirei duas toneladas das costas”, desabafa.

Depois de uma passagem meteórica pela RedeTV!, onde revolucionou a forma de se mostrar o Carnaval na emissora, Leo voltou a mirar na internet e planeja um canal no YouTube. Antes de estrear no Metrópoles, o jornalista esteve no portal UOL.

Recentemente, Leo Dias, que sempre traz as principais polêmicas de celebridades à tona, divulgou áudios e informações sobre a cantora Anitta após uma confusão envolvendo a mãe da artista e o aluguel de um apartamento no Rio.

Últimas notícias