DF: homem é espancado após invadir casas e ficar só de cueca

Testemunhas contaram que o suspeito aparentava estar sob efeito de drogas. Após apanhar de populares, ele foi levado ao Hospital do Paranoá

atualizado 19/03/2020 15:37

Policiais da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) investigam o caso de um homem espancado após invadir casas na região do Café Sem Troco e abaixar as calças em frente a mulheres.

O suspeito, de 34 anos, entrou em uma residência onde mora um casal e sua filha de apenas 3 anos, na noite dessa quarta-feira (18/03), por volta das 21 h. O morador estava nos fundos do imóvel, quando ouviu gritos da companheira. Ao se aproximar para socorrê-la, o marido viu o suspeito, na porta principal, com as calças arriadas e vestindo apenas cueca.

O morador gritou que o local era uma casa de família e colocou o suspeito para fora do terreno. De acordo com testemunhas, o acusado aparentava estar sob efeito de drogas. Minutos depois, o mesmo homem invadiu outra casa e se despiu na frente de outra mulher.

Desta vez, com a confusão, o suspeito foi levado para o meio da rua e cercado por populares, que o lincharam. A violência só cessou quando policiais militares chegaram e interromperam a surra.

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram o primeiro atendimento ao homem, que estava bastante ferido. Ele foi levado inconsciente para o Hospital Regional do Paranoá. Nesta quinta-feira (19/03), o suspeito permanecia em observação na unidade de saúde.

 

Últimas notícias