Em manifestação, Onyx diz que episódio com Valeixo é “caso superado”

O ministro disse que vídeos de reunião ministerial não deveriam ter sido divulgados: "A gente não tem medo da verdade"

atualizado 24/05/2020 13:40

OnyxIgo Estrela/Metrópoles

Durante uma manifestação pró-Bolsonaro realizada na manhã deste domingo (24/05), em Brasília, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que o episódio envolvendo a exoneração do ex-diretor Geral da Polícia Federal Maurício Valeixo é “caso superado” e que “passou”. A troca no comando da corporação levanta a suspeita de interferência na PF por Jair Bolsonaro (sem partido). O caso é investigado.

Sobre os vídeos da reunião ministerial divulgados na sexta (22/05), o ministro defendeu que se tratava de uma reunião de trabalho fechada e que as gravações não deveriam ter ido a público.

“Gostaria de saber se isso é possível na Alemanha, França, Espanha, Portugal, Suécia, Estados Unidos, mas no Brasil foi. A gente não tem medo da verdade. Carregamos a verdade e o tempo vai mostrando que o presidente é absolutamente coerente com tudo que faz e acredita”, defendeu, após ser questionado pela reportagem do Metrópoles.

Sobre a aglomeração de pessoas em meio à pandemia do novo coronavírus, Lorenzoni afirmou aos jornalistas que se trata de uma manifestação espontânea e atacou a oposição.

“São pessoas que estão aqui espontaneamente. Governo que trazia gente pra cá era o PT, que pagava para ONG trazer gente. Nós viemos aqui porque respeitamos quem votou na gente, as pessoas que nos colocaram aqui merecem nossa atenção e respeito”, concluiu. O presidente Bolsonaro esteve na manifestação e cumprimentou os apoiadores.

0

 

Mais lidas
Últimas notícias