Novacap suspende vistorias e trava abertura de empreendimentos no DF

Estatal alega que interrupção no serviço ocorreu por causa da Covid-19, mas Corpo de Bombeiros e CEB mantiveram suas inspeções

atualizado 15/05/2020 14:25

Entrada da NovacapThiago S. Araújo/ Esp. Metrópoles

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) deixou de fazer vistorias necessárias para a liberação do Habite-se de empreendimentos no Distrito Federal. Em função da pandemia do novo coronavírus, o serviço foi suspenso, paralisando obras.

No entanto, outros órgãos mantêm suas inspeções em marcha, a exemplo do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) e da Companhia Energética de Brasília (CEB).

A denúncia foi feita ao Metrópoles por empresários da cidade. O presidente da Novacap, Candido Teles, admitiu a suspensão do serviço, mas prometeu retomá-lo a partir de 18 de maio.

Segundo ele, a atividade foi interrompida a fim de preservar a saúde dos empregados públicos. Antes do isolamento social, a estatal fazia, em média, 30 vistorias por mês.

“De fato, é uma situação que causa transtorno à sociedade, mas vamos reativar as vistorias na segunda-feira”, pontuou Teles.

Idade avançada

De acordo com o presidente, a idade avançada dos funcionários justificou a suspensão. “A empresa tem 60 anos e mais de 60% dos nossos empregados são pessoas idosas. Então, isso atrapalhou muito a nossa força de trabalho”, explicou.

0

Do total de 2 mil empregados, 1,1 mil integram o grupo de risco do coronavírus. “Alguns estão no teletrabalho, mas vistorias não podem ser feitas no modelo a distância. Mesmo assim, garanto que vamos normalizar essa questão”, garantiu Teles.

Para evitar aglomerações e o risco de disseminação da Covid-19, a retomada das vistorias seguirá critérios de segurança. As informações serão publicadas no site da Novacap. A princípio, os pedidos serão colhidos com hora agendada.

Informações também poderão ser obtidas pelo telefone, a partir de 18 de maio, pelos números (61) 3403-7100/3406-2668/3403-2668 ou 3403.2626.

Lentidão

Segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (Sinduscon-DF), Dionyzio Klavdianos, a entidade não recebeu denúncias de obras paradas por falta de vistoria da Novacap. No entanto, há registro de lentidão no GDF.

“É muita lentidão. Temos 12 associados com algum tipo de demanda com demora acima do período normal, em diferentes órgãos. São problemas de  ligação, liberação de Habite-se ou desvio de rede”, explicou.

O bom sinal, na visão dele, é que o GDF tem demonstrado boa vontade na busca por soluções. “O governo prometeu apresentar um interlocutor direto para o nosso setor. Seria um ponto focal, um facilitador para as demandas da construção civil”, contou o presidente do Sinduscon.

Mais lidas
Últimas notícias