172.16.1.217 ip-172-16-1-217 hom.metropoles.com Rollemberg para Eliana: “Não cuidou dos mortos, vai cuidar dos vivos?” – Metrópoles

Rollemberg para Eliana: “Não cuidou dos mortos, vai cuidar dos vivos?”

Candidata ao GDF pelo Pros se sentiu ofendida pelas acusações do governador sobre contratos em cemitérios, e disse que vai processá-lo

atualizado 19/02/2019 15:53

A candidata do Pros ao Governo do Distrito Federal, Eliana Pedrosa, afirmou que vai processar o concorrente e candidato à reeleição Rodrigo Rollemberg (PSB). Durante debate realizado pelo Metrópoles na noite desta segunda-feira (24/9) com os buritizáveis, a postulante se sentiu ofendida com o ataque do socialista sobre a concorrência de empresas para a gestão dos cemitérios locais.

Durante o evento, Rollemberg criticou as relações pregressas dos postulantes e disparou: “A senhora não conseguiu cuidar dos mortos, vai cuidar dos vivos?”. O governador se referia à investigação da CPI dos Cemitérios, instalada em 2007 na Câmara Legislativa,  a fim de investigar irregularidades e atos de improbidade administrativa ocorridos no âmbito da administração dos cemitérios no DF. Na ocasião, questionou-se a relação de Eliana Pedrosa.

Até meados de 2003, ela foi sócia majoritária da Campo da Esperança Serviços. O ex-sócio da candidata, Francisco Moacir Pinto, chegou a afirmar que teria sido vítima de uma armação de Eliana. Porém, as acusações não restaram confirmadas.

“Participei de uma empresa do consórcio do cemitério antes mesmo de qualquer tomada de decisão. As afirmações dele são extremamente graves. Usar da mentira como ele usou, isso não se faz. Peço a Deus que cuide dele. Ele está tão desequilibrado que perdeu a noção das coisas”, afirmo Eliana sobre o atual chefe do Executivo.

Explicações
A candidata ainda se explicou acerca da proposta que divulgou de criar mais estádios em Brasília, caso seja eleita no pleito de outubro. “Eu disse que queria fazer um campo de futebol com arquibancada, mas como o nome disso é estádio, todo mundo pensou em um Mané Garrincha e me criticou”, afirmou.

Eliana ainda disse pretender zerar as filas nos hospitais púbicos. “As viagens podem esperar. Se precisarmos avançar um pouco mais, vamos buscar o lucro da Terracap [Agência de Desenvolvimento do DF] para cobrir os custos com a saúde”, afirmou a postulante, que lidera as pesquisas de intenção de voto dos brasilienses para governador.

Criticada pela médica, professora e candidata do PSol, Fátima Sousa, de que essas verbas não são suficientes, nem a melhor maneira de melhorar o setor, Eliana rebateu: “Não disse que não vamos implantar o Saúde da Família, mas precisamos enfrentar de pronto as filas de cirurgia. Tem pessoa esperando há mais de uma ano por uma cirurgia. Não tenho a formação em medicina, mas sou mãe e mulher. Vejo o sofrimento das pessoas”, afirmou.

Eliana concluiu ao dizer que achou a discussão ruim. “Não houve apresentação de propostas, foi só acusação”, lamentou.

Veja imagens do evento:


Rede de emissoras
Durante três horas, nove candidatos ao GDF se enfrentaram no debate. Pela primeira vez na história do DF, formou-se uma rede de emissoras parceiras que, ao lado do Metrópoles, transmitiram o evento, simultaneamente e ao vivo.

Além do site e dos perfis do portal no Facebook, no YouTube e no Twitter, o brasiliense acompanhou o embate de ideias pela Metrópoles FM (104,1) e rádios Redentor AM (110), Atividade FM (107,1), Jovem Pan Brasília FM (106,3), Supra FM (90,9), JK FM (102,7) e JK AM (1410).

Participaram desta rodada: Alberto Fraga (DEM), Alexandre Guerra (Novo), Eliana Pedrosa (Pros), Fátima Sousa (PSol), general Paulo Chagas (PRP), Ibaneis Rocha (MDB), Júlio Miragaya (PT), Rodrigo Rollemberg (PSB) e Rogério Rosso (PSD).

Assista a íntegra do debate: