172.16.1.217 ip-172-16-1-217 hom.metropoles.com “Se vergonha matasse, estaria morto”, diz Rosso a Rollemberg em debate – Metrópoles

“Se vergonha matasse, estaria morto”, diz Rosso a Rollemberg em debate

Governador foi o principal alvo de ex-aliado e agora adversário, que o apoiou em 2014 para o GDF

Igor Estrela/ Metrópoles Igor Estrela/ Metrópoles

atualizado 25/09/2018 0:36

O apoio incondicional de Rogério Rosso (PSD) à eleição de Rodrigo Rollemberg (PSB) ao Governo do Distrito Federal em 2014 se tornou arrependimento quatro anos depois nas palavras do peessedista. Durante debate entre os candidatos ao Palácio do Buriti, nesta segunda-feira (24/9), Rosso disse “ter vergonha de ter apoiado” o socialista e que “se vergonha matasse estaria morto”.

“Alguns vêm pro vale tudo. Vale o ataque baixo, rasteiro e do submundo. Mas o que nós estamos vendo hoje, em todos os lugares do Distrito Federal, é uma população revoltada com a saúde, com a segurança pública inexistente, com o sucateamento das escolas. Este é o governo que prefere denegrir e atacar as pessoas. Tenho vergonha de ter o apoiado em 2014. Se arrependimento matasse, eu estaria morto”, disparou Rosso.

Rollemberg foi o alvo principal de Rogério Rosso. A rixa entre os dois nasceu ainda durante a atual gestão, quando o governador passou a isolar o vice-governador Renato Santana (PSD), indicado do agora buritizável.

Durante o debate, Rosso também acusou Rollemberg de ser “incompetente” e até de “mau caráter”.

Veja imagens do debate: