Live reúne Jane Fonda, Wagner Moura e outros em prol dos povos da Amazônia

O evento será apresentado pela ativista, atriz e co-estrela de Game of Thrones, Oona Chaplin, e promoverá o Fundo de Emergência da Amazônia

atualizado 27/05/2020 19:03

John Lamparski/Getty Images

Nesta quinta-feira (28/05), Jane Fonda, Morgan Freeman, Carlos Santana, Peter Gabriel e vários outros artistas se unirão a líderes indígenas, cientistas e uma ampla coalizão de ONGs no Artists United for Amazonía: Protecting the Protectors, um evento global de duas horas, das 21h às 23h pelo horário de Brasília, com transmissão ao vivo via Facebook e pelo site.

Produzido por Artists for Amazônia, o evento será apresentado pela ativista, atriz e co-estrela de Game of Thrones, Oona Chaplin e promoverá o Fundo de Emergência da Amazônia, lançado no mês passado por uma coalizão de organizações indígenas, ONGs e aliados para responder às necessidades urgentes de povos indígenas da Amazônia ameaçados pela COVID-19.

Além de Jane Fonda, Carlos Santana, Morgan Freeman e Peter Gabriel, o evento terá participação dos cientistas Thomas Lovejoy e Carlos Nobre, Wagner Moura, Maria Gadu,Herbie Hancock, Rocky Dawuni, Butterscotch Clinton, Xiuhtezcatl Martinez, Cary Elwes, Alfre Woodard, Wade Davis e os vencedores do Grammy Ivan Lins e Luciana Souza. A lista completa está no site da iniciativa.

Os recursos arrecadados serão utilizados para prevenção e atendimento imediatos; alimentos e suprimentos médicos; comunicações de emergência e evacuação; proteção e segurança para territórios indígenas; e soberania alimentar e resiliência da comunidade. O Fundo de Emergência da Amazônia pretende arrecadar US$ 5 milhões nos próximos 60 dias para que os Guardiões da Floresta se protejam contra a pandemia nos nove países da Amazônia.

0

No momento, existem quase 120 mil casos confirmados de Covid-19 e mais de 6 mil mortes confirmadas na Amazônia. À medida que o novo coronavírus continua a se espalhar, os povos indígenas estão cada vez mais em risco e podem enfrentar um etnocídio em potencial. Os povos indígenas Achuar no Equador registraram uma dúzia de casos, os Shipibo do Peru registraram 58 mortes e no Brasil houve 147 mortes e 1350 casos.

“Este evento faz parte de uma extraordinária aliança de organizações e indivíduos dedicados a preservar a região com maior biodiversidade do planeta”, comenta Sarah du Pont, fundadora da Amazon Aid Foundation e co-diretora da River of Gold.

Mais lidas
Últimas notícias