Em homenagem a mãe, músico lança EP instrumental sobre fases do câncer

O brasiliense Bruno Duarte resolveu homenagear a mãe, dona Luzimar, que enfrentou em 2016 um câncer de mama

atualizado 08/05/2020 19:24

Bruno DuarteElkllys Andrade

E quando a maior das tristezas pode se tornar esperança e mensagem de força para outras pessoas? Foi nisso que o músico brasiliense Bruno Duarte, de 29 anos, pensou ao escrever o single Luz i Mar, em homenagem ao Dia das Mães e, especificamente, à sua mãe, dona Luzimar. A canção instrumental, ou seja, sem voz, trata de forma conceitual sobre as fases enfrentadas no processo de quem é diagnosticado com câncer.

Dona Luzimar enfrentou o câncer de mama em 2016 e o filho trabalhou na canção para homenagear a força e luta da mãe. Em entrevista ao Metrópoles, Bruno relatou a forma com que a mulher de sua vida lidou com a doença: “Antes de começar o tratamento, marcamos uma viagem em família. Eu só fiquei sabendo porque não ia na viagem, estava com a agenda cheia, e ela me contou que estava doente, com câncer. A gente queria fazer um momento em família e, assim que voltou da viagem, já foi fazendo os exames para a cirurgia”.

0

Segundo o músico, a ideia do EP é antiga. “Sempre toquei, tive a oportunidade de viajar para vários países e fazer parte de muitas bandas, senti que precisava lançar meu trabalho como músico independente e não tive dúvidas, esse seria um projeto em homenagem a minha mãe”, revelou Bruno. Além disso, as canções também são uma surpresa para dona Luzimar, que ganhará de presente no Dia das Mães o projeto do filho.

Com o lançamento bem no Dia das Mães, comemorado neste domingo (10/5), o álbum contará com quatro canções, sendo Luz i Mar a primeira. Em seguida, serão lançadas, entre o final de maio e o começo de junho, as canções Diagnóstico, Tratamento e Remissão, que fecha o trabalho.

Com o novo projeto, o músico busca fazer uma homenagem a todas mães e, principalmente para aquelas que assim como dona Luzimar, enfrentaram e enfrentam o câncer. “Com EP busco dar forças a quem enfrenta o câncer e qualquer outra doença que as pessoas precisam enfrentar. Para os dias atuais, é uma mensagem de esperança, é uma forma de conseguir respirar em meio a crise que estamos enfrentando”, finalizou.

Últimas notícias