Leci Brandão: “O Brasil é o campeão mundial do preconceito”

A autora de Zé do Caroço e outros tantos sucessos fala com tristeza sobre a ausência de poesia e crítica social na música de hoje

atualizado 14/05/2020 22:21

Leci BrandãoDivulgação

Descrever Leci Brandão somente como uma das maiores cantoras e compositoras da música popular brasileira (MPB) e ícone do samba parece pouco por tudo o que essa carioca representa e pelo que significa sua trajetória artística e de vida.

Muito além do brilho nos palcos, do sucesso nos festivais, dos 25 álbuns, dos múltiplos prêmios e das inúmeras viagens ao exterior para cantar — do Japão à Dinamarca, de Angola aos Estados Unidos, por exemplo —, essa mulher de fibra e de 75 anos se destaca pelo papel que exerce na sociedade como defensora dos direitos humanos, das minorias, da luta pelo feminismo, da população LGBT, das religiões de matriz africana e, principalmente, do movimento negro.

Veja a matéria completa no Ultrapop.

Mais lidas
Últimas notícias