Síndico de condomínio onde Alok mora revela bastidores de live

Condôminos reclamaram do barulho e ameaçaram chamar a polícia

atualizado 05/05/2020 15:39

Alok de óculosReprodução / Instagram

A live do DJ Alok, realizada no sábado (02/05), foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, e a transmissão mostrou que diversos vizinhos do músico também curtiram o evento. Mas o síndico do condomínio em que Alok mora relatou que nem tudo ocorreu de forma tão tranquila assim.

Marcio Rachkorsky, síndico profissional do condomínio e comentarista do jornal SP1, da Rede Globo, revelou que ficou apavorado enquanto a live ocorria: “Enquanto todo mundo estava ali se divertindo, curtindo, eu tava apavorado. Torcendo pra acabar logo, para que tudo desse certo. E ainda bem que deu tudo certo, foi uma experiência fantástica”.

Ele falou sobre o show em um vídeo publicado no domingo, 3, e falou sobre o processo para autorizar a live. “Quando surgiu a possibilidade de fazer uma live para angariar fundos no combate à Covid-19, algo totalmente beneficente, a equipe dele me procurou pedindo uma autorização do condomínio”, relata Rachkorsky.

O síndico decidiu autorizar o evento por ser algo pontual, beneficente e de conscientização sobre a pandemia, e ao tocar no assunto em um grupo com os moradores do prédio, a grande maioria foi a favor. Por todos esses aspectos, Rachkorsky considerou que o incômodo que a live poderia gerar não era justificativa para impedir o evento.

0

Mais lidas
Últimas notícias