Ex-defensora do Brasília Pilots, Paula Chiarotti reforçará time dos EUA

Atual presidente do Tubarões do Cerrado jogará pelo Phoenix RedTails, da estreante WFLA

atualizado 10/06/2020 18:36

Rodrigo Eira/Divulgação

O Brasília Pilots perderá uma atleta a partir da próxima temporada. Isso porque Paula Chiarotti reforçará o norte-americano Phoenix RedTails, da WFLA, liga estreante nos Estados Unidos. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (10/06).

Nascida em São Paulo, Paula, que também é presidente do Tubarões do Cerrado, veio para Brasília aos 16 anos. Foi na capital federal que ela se apaixonou pela bola oval. Os primeiros passos na modalidade ocorreram em 2016, quando o Brasília Pilots foi fundado.

“Tomei conhecimento da Liga e procurei todos os times que eu podia encontrar online. Fiz meu vídeo de highlights e enviei currículos dentro e fora dos campos para todos os times que eu pude”, destaca Paula.

A jogadora não esconde a ansiedade de se juntar à verdadeira Torre de Babel do Phoenix RedTails. Isso porque o elenco da equipe conta com atletas de vários lugares do planeta.

“Eu estou muito animada, o time esta composto de mulheres muito talentosas e do mundo todo, estou ansiosa pra ir e mais ainda pra pisar em campo”, celebra.

A escolha pelo time do Arizona ocorreu após reuniões com outras cinco equipes.

“A forma de relacionar, a franqueza e a organização geral do Phoenix RedTails foram decisórias porque eu me identifiquei muito com a postura deles”, ressalta.

Clima de Brasília

Acostumada com o forte calor e a secura da capital federal, Paula terá nas mãos um trunfo para enfrentar o clima desértico do Arizona. Ela, aliás, prevê que as adversárias tenham dificuldade de enfrentar o RedTails, justamente por causa do clima.

“Acho que vai funcionar muito a nosso favor, pq jogar no frio qualquer time joga, jogar no deserto é uma conversa diferente”, analisa.

Vídeos
Últimas notícias