Chelsea fornecerá 78 mil refeições para profissionais da saúde

A intenção do time de Londres é que essa doação ajude os funcionários que trabalham durante longas horas fora de casa em cinco hospitais

atualizado 16/04/2020 18:14

Disposto a ajudar em um momento no qual o Reino Unido vê aumentar a cada dia o número de pessoas infectadas e de mortes em decorrência do novo coronavírus, o Chelsea anunciou nesta quinta-feira (16/04) uma ajuda aos profissionais da saúde britânicos. A diretoria do clube de Londres vai fornecer 78 mil refeições a funcionários do Sistema Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) e outros trabalhadores de associações beneficentes.

A intenção do Chelsea é que essa doação ajude os funcionários que trabalham durante horas fora de casa. “Estamos comprometidos em apoiar nossas comunidades, especialmente as mais vulneráveis.”, disse o presidente do Chelsea, Bruce Buck.

“Nosso proprietário, (o russo) Roman Abramovich, nos incentivou a encontrar uma maneira de apoiar aqueles que estão ajudando”, completou Bruce Buck.

Mas não foi só o Chelsea que demonstrou apoio aos profissionais de saúde. O estádio do Manchester United, Old Trafford, acendeu as luzes azuis do NHS em homenagem aos profissionais de saúde.

“Old Trafford não é rotineiramente azul, mas foi decidido fazê-lo para reconhecer os esforços dos trabalhadores”, afirmou o Manchester United.

Vídeos
Mais lidas
Últimas notícias