Clube vence ação e ex-jogador do Vila Nova terá de pagar R$ 40 mil ao time

Fernando Neto, que atuou por 18 partidas em 2016, cobrava cerca de R$ 314 mil do clube

atualizado 12/06/2020 16:20

Reprodução

Em meio ao turbilhão de dívidas trabalhistas herdadas de gestões anteriores, o Vila Nova teve uma boa notícia nesta semana. O clube venceu uma ação contra o ex-meia do time, Fernando Neto. O jogador, que atuou por 18 partidas em 2016, cobrava cerca de R$ 314 mil, mas acabou sendo condenado a pagar aproximadamente R$ 40 mil, referente às custas processuais e honorários advocatícios do time goiano. O atleta pode recorrer.

Maurilho Teixeira, diretor jurídico do clube, explicou ao Mais Goiás que o atleta propôs ação na Justiça em 2018. O meio-campista, que atuou no time colorado até 2016, cobrava salários atrasados, FGTS, 13º salário, férias proporcional, multa contratual, direito de imagem e até dano moral. O valor pedido era de R$ 314.631,58.

Leia a reportagem completa em Mais Goiás, parceiro do Metrópoles. 

Vídeos
Mais lidas
Últimas notícias