Chef Guga Rocha indica os 10 restaurantes favoritos (eles fazem delivery)

O carismático profissional conversou com o Metrópoles e sugeriu alguns de seus endereços preferidos pelo país

atualizado 15/06/2020 10:53

Chef Guga RochaDivulgação

Com experiência em mais de trinta países – como Itália, Portugal, Espanha, Tailândia, Indonésia e Grécia –, o chef Guga Rocha é reconhecido no ambiente gastronômico por seus pratos criativos, ricos em sabores e que valorizam os ingredientes nacionais.

Com o vasto conhecimento de gastronomia e o amor por conhecer lugares novos, ele já visitou muitos restaurantes espalhados por todo o mundo. “Já tive a oportunidade de ir em locais premiados, com estrelas Michelin, de chefs que são os melhores do planeta. É uma carga boa para se ter”, conta.

Contudo, Guga explica que não se prende a nomes e luxos. “O que me chama atenção num restaurante é a comida. O restaurante não precisa ser chique. Vou do boteco da esquina ao chique. O que eu busco é o sabor, um bom ambiente e uma ligação direta com os produtos locais e com a cultura também”, frisa.

Cozinha Tropicalista

Fruto de uma contínua pesquisa da cultura nacional aliada a uma curiosidade pela diversidade e exotismo da gastronomia mundial, ele é especialista na cozinha moderna do Brasil. “A gastronomia brasileira é muito regionalizada e muito rica.”

Por ser apaixonado pelos sabores nacionais, Rocha criou o que chama de Cozinha Tropicalista. O estilo culinário é inspirado na ideia do movimento tropicalista de utilizar influências das correntes mundiais; sob uma ótica das tradições, da cultura e do folclore brasileiro.

“Cada estado tem algo que chama a atenção, que traz o sabor, a história, o cheiro, a leveza e o amor envolvido em cada prato. Somos agraciados com ingredientes deliciosos da nossa terra”, complementa.

Ao Metrópoles, o chef indicou dez restaurantes no Brasil que valem a pena conhecer. Confira:

Banzeiro, Manaus e São Paulo

O projeto do chef Felipe Schaedler mostra a riqueza da culinária do Amazonas, ainda muito pouco explorada em São Paulo. A boa pedida por lá é o matrinxã inteiro recheado de farofa de banana.

Olympe, Rio de Janeiro

Capitaneado por Thomas Troisgros, que assumiu o restaurante de seu pai, o chef francês Claude Troisgros, o local aposta na combinação da cozinha francesa de autor com os melhores produtos brasileiros. Os pratos mais pedidos são o tartare de wagyu com lardo, mel, anchova, kimchi e ovo; e o tortellini de tubérculos em caldo de legumes tostados.

Tuju, São Paulo

O Tuju, fruto do trabalho refinado de Ivan Ralston, tem como carros-chef o camarão-de-sete-barbas com aviú, abacate e caldo cítrico que fazia lembrar um ceviche e o mexilhão ao molho de coco. De sobremesa, mousse de iogurte com crocante de maracujá.

Rosso, Florianópolis

O chef catarinense Alysson Müller ficou conhecido como o “rei do polvo”pela receita icônica que leva o nome do restaurante. O polvo à Rosso é cozido e depois grelhado, servido com um purê de mandioquinha e pincelado com molho tarê agridoce em consistência de melaço.

Zena Caffè, São Paulo

Carlos Bertolazzi, conhecido por sua participação nos programas de TV Fábrica de Casamentos e Eliana, assina o menu da casa. O prato mais famoso é o nhoque zena, que ganhou uma versão tostada com massa de mandioca, molho bisque de camarão e rodelinhas de quiabo.

0
Coz, São Paulo

A operação é do badalado chef Dalton Rangel, que dá dicas na TV no programa matutino Hoje em Dia, da Record. Receitas espanholas e italianas convivem em harmonia no conciso menu, a exemplo da cremosa minicroqueta de pato e da burrata, servida com coulis de frutas vermelhas e alga marinha trufada.

Brodo, São Paulo

Antes rotisseria, o Brodo se tornou um restaurante referência na capital paulista. Do menu, vale pedir o risoto de linguiça defumada e edamame embrulhado em folhas de couve e o hit do endereço: o trio de raviólis de brigadeiro frito vem acompanhado de sorvete de nata e calda de doce de leite.

Quina do Futuro, Recife

O restaurante de cozinha oriental Taberna Japonesa – Quina do Futuro, é comandado pelo chef premiado André Saburó. A boa pedida a casa é o bajiru, feito com salmão gordo selado, toque de tarê, flor de sal e flor de manjericão; já o atum fresco tipo exportação e o maguro spicy, também preparado com atum fresco, batido com cebolinha e pimenta chili.

Roccia, João Pessoa

Forte apelo as tradições da Paraíba, cozinha de alto nível, que combina toques contemporâneos com produtos orgânicos locais, e ideias modernas. São esses elementos que marcam o restaurante paraibano Cozinha Roccia. O menu é do chef Onildo Rocha, que já foi indicado a Chef Revelação, e participou de programas como Master Chef Brasil e Mais Você.

Akuaba, Alagoas

O Akuaba, do chef Jonatas Moreira, nascido em Salvador, serve preparos “afro-baianos” e receitas de família. Famoso pelo acarajé, o menu também oferece delícias que fazem sucesso como o polvo laqueado com shoyu, mel e mostarda dijon.

Últimas notícias