Alberto Fraga corta relação com Bolsonaro após esposa morrer por Covid

Amigos há 40 anos, ex-deputado deixou de frequentar o Palácio da Alvorada e até de responder às mensagens do presidente

atualizado 05/07/2021 17:16

Vinicius Santa Rosa/Metrópoles

Amigo de Jair Bolsonaro há cerca de 40 anos, o ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) cortou relações com o presidente da República.

Segundo pessoas próximas, Fraga decidiu se afastar de Bolsonaro após sua esposa, Mirta Fraga, morrer vítima da Covid-19, em maio deste ano.

A coluna apurou que o ex-deputado deixou de frequentar o Palácio da Alvorada e até de responder às mensagens do presidente desde que o quadro de sua mulher se agravou, em abril.

Aliados de Fraga dizem que ele nunca concordou com os posicionamentos de Bolsonaro sobre a pandemia e que a morte de sua esposa foi a gota d’água para que ele se distanciasse do presidente.

O ex-deputado era amigo de Bolsonaro desde 1981, quando os dois se conheceram na Escola de Educação Física do Exército, no Rio de Janeiro.

Fraga, que tem 65 anos, contraiu o novo coronavírus no mesmo período que sua esposa, que tinha 56 anos. Ele chegou a ser internado, mas conseguiu se recuperar da doença.

Mais lidas
Últimas notícias