Ativista negro salva branco de espancamento: “Só pensei tirá-lo dali”

Caso aconteceu em Londres durante protesto em que manifestantes negros entraram em confronto com apoiadores da extrema-direita

atualizado 15/06/2020 18:15

Luke Dray/Getty Images

O personal Patrick Hutchinson viralizou ao ser fotografado carregando nos ombros um homem branco que estava prestes a ser espancado. O caso aconteceu durante protestos contra o racismo e a brutalidade policial em Londres (Inglaterra), no último sábado (13/06).

“Não pensei em nada. Tinha um ser humano no chão, e vi que aquilo não ia acabar bem. Agachei e o carreguei nos ombros como fazem os bombeiros, para tirá-lo dali em segurança”, disse o personal trainer, especialista em artes marciais e que trabalha com atletas de elite em Wimbledon (sudoeste de Londres).

Hutchinson conta que decidiu ir aos protestos com quatro amigos para tentar manter os manifestantes negros em segurança. Conflitos eram esperados porque grupos de extrema-direita haviam marcado um contraprotesto no mesmo dia, em defesa da estátua do ex-primeiro-ministro Winston Churchill, na praça do Parlamento.

Em determinado momento, os grupos de brancos entraram em confronto com a polícia e, depois, com manifestantes negros perto da estação de Waterloo, onde Hutchinson e seus amigos estavam. ““Os hooligans se dispersaram e deixaram um para trás”, conta.

Foi nesse momento que o homem caiu e os amigos de Hutchinson o protegeram para que ele pudesse ser socorrido. “Poderíamos facilmente ter ficado lá assistindo àqueles garotos ajoelharem na cabeça do homem branco, mas optamos por ajudar”, disse Noah, em referência à morte do americano negro George Floyd por um policial branco, que deflagrou uma onda de protestos antirracistas em vários países do mundo.

Segundo a imprensa britânica, o homem branco, não identificado, não se pronunciou sobre o caso.

Últimas notícias