Bebê de 5 meses morre após ingerir sangue de tartaruga contra o coronavírus

A irmã da menina, de 7 anos, e os pais estão internados no Hospital Rosa Duarte, mas não correm risco de morte

atualizado 28/05/2020 13:32

Mão de bebêiStock

Uma bebê de cinco meses morreu em Comendador, cidade da República Dominica na fronteira com o Haiti, após os pais darem sangue de tartaruga para ela beber. Segundo a agência de notícias Efe, um suposto feiticeiro teria recomendado o uso do líquido para proteger a criança de enfermidades, entre elas, o coronavírus.

A irmã da menina, de 7 anos, e os pais estão internados no Hospital Rosa Duarte, mas não correm risco de morte. De acordo com a diretora da unidade hospitalar, Dahiana Vólquez, a bebê chegou morta no local. O caso ocorreu no domingo, mas só foi divulgado nesta quinta-feira (28/5).

0

Segundo os pais, o suposto bruxo teria pedido para preparar a bebida com vários ingredientes, inclusive o sangue da tartaruga. A responsável pelo hospital disse que isso é ignorância das pessoas e que não há nada comprovado para curar a Covid-19.

A República Dominicana, até a última atualização dos dados oficiais, tem 15.264 casos confirmados de coronavírus e 468 mortos.

Últimas notícias