*
 

Após a morte do fundador da revista Playboy, na quarta-feira (27/9), alguns detalhes sobre a vida de Hugh Hefner vieram à tona. Segundo várias amantes, o empresário tomou tanto Viagra, para ajudar no problema de disfunção erétil, que acabou perdendo a audição de um ouvido. O fato foi confirmado pela viúva, Crystal Harris, em uma entrevista, quando disse que ele estava tentando não usar o medicamento por conta desse problema.

De acordo com Karinna Shannon, ex-mulher do milionário, as pessoas tinham que se abaixar para falar com ele e, se você estivesse sentado à direita dele, Hugh não iria te ouvir. A perda de audição é um dos efeitos colaterais do medicamento, segundo um estudo do Food and Drug Administration (FDA), órgão que regula alimentos e remédios nos Estados Unidos.

Confira capas icônicas da revista:


O órgão diz que em um terço dos casos, a perda da audição foi temporária, porém, pode haver também um efeito prolongado. Ainda não se sabe, no entanto, qual fator da droga causa o problema. Segundo o jornal Daily Mail, alguns especialistas acreditam que isso ocorre por conta do aumento do fluxo sanguíneo nas orelhas.

Outros riscos ao tomar Viagra, ainda de acordo com o jornal, são: perda de visão, indigestão, coriza, sensibilidade à luz, dor de cabeça, desmaios e tonturas.

 

 

COMENTE

playboyHugh Hefner
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo

432158