OMS pede transparência ao Brasil após confusão com números do coronavírus

Governo brasileiro tem atrasado a divulgação dos dados e passou a informar apenas os novos casos, omitindo o cenário geral

atualizado 08/06/2020 16:28

Mike Ryan na OMSOMS/Reprodução

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (08/06), a Organização Mundial da Saúde (OMS) comentou a falta de transparência do governo brasileiro ao divulgar os dados atualizados da situação do coronavírus no país.

O diretor do programa de emergências da entidade, Mike Ryan, afirmou que as informações são importantes, principalmente, para os cidadãos.

“É muito importante que mensagens sobre transparência sejam coerentes, para que possamos confiar nos nossos parceiros. É mais importante ainda para os cidadãos, que precisam entender como lidar com o vírus. Queremos que qualquer confusão possa ser resolvida agora, e que o governo e os estados possam continuar fornecendo dados de forma coerente para seus cidadãos. Continuaremos apoiando o governo brasileiro para controlar essa doença o mais rápido possível”, explicou Ryan.

O diretor disse, ainda, que os dados compilados pelo Brasil estão entre os mais detalhados e atualizados do mundo e que espera que esse nível de informação continue.

Na última semana, o Ministério da Saúde passou a atrasar a divulgação dos números atualizados da Covid-19 no país, das 19h para as 22h. A quantidade total de óbitos e casos confirmados também foi excluída da tabela diária, que agora conta apenas com os diagnósticos e falecimentos registrados no mesmo dia.

Mais lidas
Últimas notícias