Barroso avalia que STF impediu “genocídio” ao vetar medidas de Bolsonaro

Oministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira (27/7) que a Corte evitou um “genocídio” ao derrubar algumas medidas do governo Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia de coronavírus. As declarações foram dadas durante seminário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).   Oministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira (27/7) […]

atualizado 27/07/2020 20:01

Oministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira (27/7) que a Corte evitou um “genocídio” ao derrubar algumas medidas do governo Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia de coronavírus. As declarações foram dadas durante seminário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

 

Oministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta segunda-feira (27/7) que a Corte evitou um “genocídio” ao derrubar algumas medidas do governo Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia de coronavírus. As declarações foram dadas durante seminário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Últimas notícias