Como funciona o método que faz Aline Riscado “voar” em quarentena

Segundo adeptos, projeção astral leva praticantes a sairem do próprio corpo para andar por lugares distantes e, até, em outros planos

atualizado 24/03/2020 16:17

aline riscado no carnavalInstagram/Reprodução

Já teve a sensação de sair do próprio corpo enquanto dormia? Andou em lugares distantes, encontrou pessoas que já morreram e sentiu que todas as percepções dessa experiência eram bastante reais para fazer parte de um sonho? Se a resposta for positiva, você pode ter passado por uma uma projeção astral.

A denominação indica um fenômeno que pode ocorrer inconscientemente ou de forma induzida, fazendo com que a pessoa em projeção possa encontrar outras que não estão mais no plano físico e ir a praticamente qualquer lugar, até mesmo em tempos de isolamento por causa do coronavírus.

É o que sugere uma publicação no Instagram da página Quântica e Espiritualidade, que aborda assuntos relacionados à espiritualidade e ciências ocultas.

Com a imagem de uma pessoa voando e a legenda “pratique projeção astral e saia para onde quiser nesta quarentena”, a publicação tenta demonstrar como funciona o método, que conquistou famosos como Aline Riscado.

“Eu amo! Já voei para tanto lugar… É mágico. Gratidão”, disse a apresentadora, em resposta ao post.

Publicação no Instagram mostra uma pessoa voando e fala em projeção astral
Segundo o Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia, a projeção astral é um fenômeno em que algumas pessoas percebem-se fora do corpo, vivenciando a realidade a sua volta, podendo até mesmo visualizar o corpo físico adormecido

 

Pesquisa em experiências fora do corpo

O assunto é polêmico, mas quem estuda o fenômeno há anos afirma que ele é real e pode ser um ponto de partida para uma ampliação da compreensão sobre sua própria vida.

Segundo Wagner D’Eloi Borges, pesquisador espiritualista e autor de vários livros sobre o tema, muitas pessoas que têm ou tiveram experiências fora do corpo perdem o medo da morte, por exemplo.

“Quando alguém se projeta e observa seu corpo ali, deitado, percebe claramente que ele não é só aquilo. Que está ligado ao corpo durante a vida, mas que pode se desprender temporariamnee de forma lúcida e perceber várias coisas fora”, explica.

Mulher de vestido abrindo a janela e flutuando
Técnica pouco conhecida fez dançarina Aline Riscado “sair de casa” na quarentena

“Isso faz  refletir sobre a morte e sobre a possibilidade de reencontro com pessoas que estão vivas em outros planos. Também ajuda a conviver com perdas e conflitos terrestres, que causam tanto impacto emocional”.

Ele explica que a experiência pode ocorrer de forma expontânea, no meio de um transe mediúnico ou hipnótico, durante a meditação e também em virtude de acidentes e experiências de quase morte.

Para quem tem vontade de entender mais sobre o tema e vivenciar a projeção, Wagner indica livros sobre o tema e materiais disponíveis na internet. “É estudado em várias abordagens espiritualistas, como no espiritismo e na umbanda. Hoje, a quantidade de informação na internet é muito grande e muita gente com credibilidade fala a respeito”. 

Últimas notícias