Ex-funcionários da MAC denunciam racismo nas redes sociais: “Nojento”

A marca publicou uma nota de desculpas em postagem no Instagram

atualizado 12/06/2020 16:49

modelo negramaquiagemAndreas Rentz/Getty Images for IMG

“Eu era tão ingênua em pensar que iria trabalhar em um lugar onde existia igualdade e vidas negras realmente importavam (…) O modo como eles tratam os negros na MAC é nojento.” O relato da maquiadora Karla Quiñonez Leon, ex-funcionária da MAC Cosmetics na Bélgica, deu início a uma série de denúncias de ações racistas da famosa empresa de maquiagem em postagens no Instagram.

Afro-latina, Karla compartilhou fotos da época em que trabalhava para a MAC em Bruxelas, na semana passada. Segundo a maquiadora, a gerência da empresa frequentemente lhe dizia frases racistas.

“Meu ex-gerente branco me disse para não demorar muito com meus clientes negros, que eu era muito cuidadosa e não deveria ter medo de ser um pouco mais dura com eles, pois estão acostumados com a dor e podem aguentar!”

O post de Karla serviu como incentivo para que outros ex-funcionários da MAC se pronunciassem sobre o assunto.

Em resposta, a MAC Cosmetics na Bélgica emitiu uma nota de desculpas no Instagram se defendendo das acusações.

“Queremos agradecer às pessoas que se apresentaram e informá-las que sentimos muito pela dor que sentiram e ainda estão sentindo (…) Nossa escuta não é silêncio. Ouvir leva ao aprendizado. E tudo o que ouvimos e aprendemos ajudou a influenciar como agiremos agora e para o nosso futuro coletivo”, respondeu a empresa.

0

 

Mais lidas
Últimas notícias