Enjoou dos móveis de casa? Arquitetos indicam 5 sites low cost de decoração

Xodós dos profissionais de arquitetura da capital, os e-commerces trabalham com peças conceituais a preços convidativos

atualizado 14/06/2020 10:03

decoraçãoAlvarez/Getty Images

Passar mais tempo em casa fez com que ela, definitivamente, virasse pauta. Questionamentos sobre reais funcionalidades foram colocados à prova, e debates sobre a harmonia entre móveis e artigos de decoração invadiram a mesa do jantar. Ao decorrer do confinamento, a importância da arquitetura na qualidade de vida dos moradores se tornou incontestável, assim como a necessidade de manter um lar, não somente um lugar-dormitório.

O desejo das pessoas de criar ambientes mais aconchegantes, belos e funcionais, despertado durante a quarentena, fez com que as vendas de lojas virtuais focadas no segmento de decoração disparassem no país. Apenas no mês de abril, o salto foi de 47%, segundo dados da Associação Brasileira de E-commerce (ABComm) e do sistema antifraude para pagamentos digitais Konduto.

O momento, de fato, aguça a vontade de revitalizar a casa e buscar por móveis mais inteligentes e condizentes com o estilo pessoal, mas o cenário econômico não é dos mais apropriados para devaneios de consumo. Ciente disso, o Metrópoles escalou cinco arquitetos e designers de destaque da capital para indicar seus e-commerces low cost favoritos.

Além de selecionarem sites que seguem o lema “bom e acessível”, os profissionais passearam pelo catálogo das lojas e escolheram cinco móveis que, na visão deles, valem seu investimento.

Westwing Now, por Renata Dutra

Nas palavras da arquiteta, o site recém-lançado no Brasil, ao contrário do Westwing convencional, oferece produtos fixos, que podem ser comprados no modelo de pronta entrega. O e-commerce ainda seduz por sua curadoria contemporânea e essência fomentadora do design brasileiro.

0
Oppa, por Patrícia Tavares

Para a designer de interiores, o e-commerce merece atenção por trabalhar com mobiliário de qualidade, bom acabamento e design arrojado, além de ter preço justo e opções atrativas de pagamento.

0
Muma, por Mariana Freitas

Sócia do Studio AMR, a arquiteta destaca a plataforma de vendas pelo catálogo permeado de peças autorias, joviais e com preços convidativos. Segundo ela, o site ainda atrai por ajudar profissionais e clientes em todas as etapas da obra, da concepção ao orçamento. Oferece, por exemplo, blocos para programas em 3D, que facilitam os moradores a vislumbrarem o resultado final do projeto.

0
Bauhaus Design, por Clay Rodrigues

À frente do escritório Debaixo do Bloco, o arquiteto escolheu o site pela vasta gama de produtos com perfume dos anos 1960 e teor modernista. A maioria das peças é atemporal e tem um quê de escultural, honrando o movimento que nomeia o e-commerce.

O profissional garante que, apesar de mais elevados do que os de outros sites mencionados na lista, os valores do Bauhaus Design são amigáveis pelo que ele oferece. Facilmente, em outras lojas de decoração, móveis com design e qualidade similares custariam a partir dos R$ 20 mil.

0
Boobam, por Gabriela Gontijo e Mariana Hummel

Um dos sites queridinhos das arquitetas do Studio Gontijo é o Boobam. Em seu portfólio, o e-commerce possui peças de design brasileiro por valores mais convidativos. Geralmente, os móveis carregam assinatura de designers jovens e pequenos, à procura de visibilidade. É excelente para garimpar peças mais imponentes, em especial para áreas de destaque da casa. Outro ponto forte da loja é a possibilidade de parcelar as compras em até 12 vezes.

0

Últimas notícias