Seu filho bateu a cabeça? Fique atenta aos sinais de perigo

Em caso de sono fora de hora, confusão mental, dor de cabeça, vômito ou convulsão, leve a criança imediatamente ao médico

atualizado 05/05/2020 11:07

Menino loiro de camiseta vermelha com as mãos no ouvido, fazendo caretaMil Dicas de Mãe/Reprodução

Estar atenta ao risco de acidente doméstico com bebês e crianças é uma constante na rotina das mães. Afinal, há perigos que podem ocorrer em meio a atividades comuns e aparentemente inofensivas, como a troca de fralda. Não é pequeno o número de bebês que cai e bate a cabeça nesse exato momento, inclusive.

É um pouco difícil de imaginar, mas as quedas de trocadores são uma das principais causas de idas ao pediatra e pronto-socorro infantil. E merecem mesmo muita atenção, pois uma pancada na cabeça do bebê, o famoso traumatismo craniano, pode trazer sequelas futuras e até causar deformações no pequeno, dependendo do grau da ocorrência.

Se o trauma for grave, o primeiro passo é levar a criança ao pronto-atendimento. Já se tiver sido de leve, é válido colocar gelo no local da batida para diminuir o edema ou inchaço, oferecer um remédio para dor e observar a reação do pequeno nas primeiras oito horas após o acidente.

Caso você perceba alguma anormalidade nesse meio tempo, como sono fora de hora, confusão mental, vômito ou convulsão, também é necessário procurar ajuda médica.

Para continuar a leitura, acesse o blog Mil Dicas de Mãe, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias